Bem-vindo, visitante! (login)
Meu Carrinho 0 livro(s) Meus PedidosMinha Conta
Procurar
Voltar
Sempre tem mais
cód. #00325
Autor: Gabriel Calderón com tradução de Esteban Campanela
Área: Teatro
ISBN: 97885667
O livro reúne os textos:

Minha bonequinha;
Uz- A cidade;
Or – Talvez a vida seja ridícula;
Ex – Que se arrebentem

Calderón tornou-se o centro de uma renovação do teatro uruguaio, não apenas por sua juventude e pela ruptura de suas propostas, mas porque suas peças levaram um público também bastante jovem às salas de teatro, o que era incomum até então. Em 2005, com apenas 22 anos, ganha o prêmio Florencio Sanchez, o maior das artes cênicas do país, pela direção do espetáculo Morir. As suas propostas inovadoras e a formação de plateia cativa chamaram a atenção não só da crítica e da classe artística, mas do público em geral. Estamos diante de um dramaturgo que conhece muito bem o universo da cena. Dono de uma pluma potente, Calderón costuma dirigir seus textos e, às vezes, mergulha na atuação. Como autor e diretor, é um provocador que quer mobilizar o espectador, arrancá-lo de sua situação de conforto. Chama a atenção o ritmo dos diálogos e a ferocidade das cenas, repletas de encontros físicos e verbais violentos, que atingem o público no peito. O impacto de sua escritura é dado a partir de uma voz forte, direta e sincera, mas também provocativa, tocante e ofensiva. Utiliza-se de uma linguagem tão cotidiana quanto incômoda e dolorida, e que talvez por isso incite fortemente à reflexão.
Todos os textos aqui traduzidos retratam famílias que entrarão em estado de decomposição no decorrer da narrativa. Enquanto em Mi Muñequita a desestruturação parte de um acontecimento encravado no seio familiar, na trilogia Uz, Or e Ex, são elementos externos e fantásticos que disparam a derrocada das famílias. Todos partem de temáticas controversas para abordar as relações humanas e suas dores.
Vemos a representação da violência (física, psicológica, sexual, verbal) apresentadas de forma crua e potente, mas também carregadas de um humor negro e ácido, que provoca na plateia a tensão que também a seduz.
Espero que o leitor seja seduzido pela maratona de textos de Calderón propostas nessa publicação, mas que não sofra precocemente de abstinência, porque como ele mesmo diz: “ainda tem mais,sempre tem mais!”.
[da introdução de Esteban Campanela]
Preço unitário: R$ 30,00
Disponibilidade: Em estoque
Formas de Pagamento   |   Métodos de Envio   |   Quem Somos   |   Contato   |   Ajuda
Copyright © 2017 - Letras Contemporâneas - Todos os direitos reservados   |   Política de Privacidade Centro de Cultura e Eventos, Loja 04 - Campus Universitário - UFSC S/N° - Trindade - Florianópolis/SC - CEP: 88040-900 - Telefone: 48 3028-6244